Publicado em: quinta-feira, 13/02/2014

Curitiba ganha frota de carros elétricos

Nova frota de carros elétricos em CuritibaA prefeitura municipal de Curitiba lançou ontem (quarta-feira) o projeto Curitiba Ecoelétrico, que busca a mobilidade urbana sustentável e reduzir a emissão de gases do efeito estufa. São dez carros e três micro-ônibus movidos a eletricidade nesta primeira etapa. O projeto é uma parceria da prefeitura com as empresas Itaipu Binacional, Aliança Renault-Nissan e o Centro de Excelência e Inovação na Indústria do Automóvel, de Portugal.

Com o projeto e a nova frota, a capital paranaense se torna a cidade brasileira com mais veículos elétricos em uso no serviço público. De início, o uso dos automóveis será um projeto piloto. O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, declarou que a parceria valoriza o meio ambiente e respeita o ser humano, já que busca alternativas menos poluentes e melhora a qualidade de vida.

Todos os veículos vão equipar a Guarda Municipal de Curitiba, a Secretaria de Trânsito e o Instituto Curitiba de Turismo. O presidente da Renault-Nissan também comemorou a parceria e ressaltou que Curitiba toma a frente e se torna referência mundial em mobilidade e sustentabilidade.

Curitiba Eco-elétrico terá quatro fases

O projeto Curitiba Eco-elétrico terá quatro fases de duração. Esta primeira tem foco nos serviços públicos oferecidos pela administração municipal, com foco também na Copa do Mundo da Fifa de 2014. Além dos veículos já nas ruas, serão instalados locais de recarga em pontos estratégicos da capital ecológica. De acordo com a prefeitura, os locais são a Rodoferroviária, a sede da Secretaria Municipal de Abastecimento, e dois parques da cidade. A última fase do projeto está prevista somente para 2020.

No Brasil existem hoje aproximadamente 1.000 veículos movidos à energia elétrica, de acordo com a Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE). No mundo, já são mais de sete milhões, com destaques para a China e os USA.