Publicado em: quinta-feira, 29/05/2014

Crítico da Jabulani, Júlio César elogia a Brazuca antes da Copa de 2014

Crítico da Jabulani, Júlio César elogia a Brazuca antes da Copa de 2014Um dos atletas que mais criticaram a bola Jabulani, utilizada na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, o goleiro Júlio César mudou a postura em relação à bola que será usada em 2014, no Brasil, a Brazuca. Além disso, o jogador ressalta que terá vantagem, já que está acostumado com o objeto, também utilizado na Major League Soccer, liga norte-americana de futebol, onde atua pelo Toronto, do Canadá.

Na opinião de Júlio César, não somente os goleiros, mas os jogadores de linha da Copa do Mundo também irão gostar da bola do Mundial de 2014. Titular de Felipão na Copa das Confederações de 2013 e nos amistosos, o jogador foi quem mais recebeu perguntas dos jornalistas presentes na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro, nesta terça-feira.

Além de falar sobre a bola, Júlio César destacou que se sente um profissional melhor capacitado para a Copa do Mundo, em comparação há quatro anos atrás, antes do Mundial da África do Sul. O atleta disse que estava muito autoconfiante naquela ocasião, devido ao grande momento que vivia na carreira, após a conquista da Liga dos Campeões da Europa, pela Internazionale de Milão, e que isso pode ter lhe atrapalhado na competição.

Neste ano, Júlio César disputou apenas quatro jogos pelo Toronto, enquanto seus concorrentes, Jefferson, do Botafogo; e Victor, do Atlético Mineiro, vivem grande fase em seus clubes, disputando a grande maioria dos jogos. Apesar disso, o goleiro, embora se veja questionado, se sente melhor preparado.

Júlio diz que leva vantagem em relação à titularidade, mas exalta Victor e Jefferson

Destaque na conquista da Copa das Confederações no ano passado, quando até pegou um pênalti na fase semifinal, contra o Uruguai, no Estádio do Mineirão, o goleiro do Toronto se vê em vantagem, mas não admite que se sente titular do time de Felipão, e ainda fez elogios aos prováveis reservas na Copa do Mundo: Jefferson e Victor, ressaltando que ambos podem ser titulares.