Publicado em: segunda-feira, 24/10/2011

Cristina Kirchner é reeleita na Argentina

Ela é a primeira mulher a ser eleita e reeleita na história da Argentina. Cristina Kirchner. Em um discurso visivelmente emocionado, Cristina agradeceu aos 40 milhões de argentinos, aos partidos políticos que participaram das eleições, e, sem dizer seu nome, lembra do falecido marido e ex-presidente do país, Nestor Kichner.

Cristina quase chora ao lembrar-se de Nestor Kirchner, e afirma que sem a coragem do marido, o país não teria chegado onde está. Foi um momento emocionante e especial para a presidente, que disse: “Se digo que estou feliz, é mentira. Se digo que estou triste também é mentira”.

Ela também agradeceu aos presidentes dos países latino-americanos que ligaram para ela para dar os parabéns pelo resultado das urnas. E mais uma vez, reforçou a importância do marido para o país, afirmando que sem ele e as coisas que fez, teria sido impossível chegar aonde chegou. Cristina também disse que Nestor Kirchner é o “grande fundador da vitória” e completou dizendo que ele transformou a Argentina.

A Praça de Maio estava completamente tomada e os presentes comemoravam muito a vitória de Cristina nas eleições. Dentre eles, estavam muitos jovens de grupos políticos como JP Evita, Juventude Sindical e La Cámpora, que é dirigida pelo seu filho Máximo Kirchner. No búnker do Frente Para Vitória, estavam presentes seu filho Máximo e sua filha Florência, sua mãe Ofélia Wilhelm, ministros, Mães e Avós da Praza de Maio, funcionários e aproximadamente 500 jornalistas.