Publicado em: sexta-feira, 29/07/2011

Cristina Kirchner chega ao Brasil nessa sexta-feira e se encontra com Dilma

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, chegou ao Brasil nessa sexta-feira (29) para retribuir a visita prestada pela presidente Dilma Housseff ao seu país em janeiro. A Argentina chegou em torno das 11h30 no Palácio do Planalto, onde foi recebida com uma cerimônia militar que homenageou os dois países com os hinos nacionais de cada um. Além disso, 21 tiros de canhão foram lançados para celebrar a presença da presidente argentina.

Apesar de tentarem mostrar um clima de harmonia entre as duas nações, Kirchner chega ao Brasil em meio a uma disputa econômica travada entre os países. Alguns episódios marcam como as transações financeiras tem sido dificultadas em cada nação, como na páscoa deste ano com o extravio das mercadorias enviadas à Argentina e a nova lei do país vizinho que exige a mesma quantia de importação e exportação para poder vender produtos em terras portenhas.

Com relação a esses assuntos comerciais, o ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, afirmou que “as questões comerciais encontram seus canais habituais, já consolidamos em um diálogo que mantém o ministro Fernando Pimentel (do Desenvolvimento, Indústria e Comércio) com a ministra Débora Giorgi (da Indústria Argentina). Agora, recentemente, na cúpula do Mercosul, houve a possibilidade de se examinar a situação.”

Além disso, durante a visita de Dilma à Argentina, as duas presidentes criaram o Conselho Empresarial Brasil-Argentina. Agora, esses encontros marcam a instalação do Conselho, que precisa sair do papel e começar a mostrar efeito para incentivar as transações comerciais entre as duas nações.