Publicado em: sexta-feira, 01/07/2011

Crise na Grécia: Aprovado pacote de austeridade que pode levantar o país

Após a série de revoltas pela qual a Grécia passou, por conta da profunda crise econômica que assolou o país, a maioria dos legisladores gregos votou a favor de uma nova lei sobre o pacote que foi recebido para tentar tirar o país dos seus problemas sociais e financeiros. Agora, o governo do país pode aumentar os impostos e cortar os gastos, medidas que vão contribuir com a estabilidade da nação.

Ao mesmo tempo, com a aprovação dessa lei, outras nações já se declararam a favor da continuidade de enviar reforços monetários à Grécia. O ministro das finanças alemão, por exemplo, reforçou que é favorável a liberar empréstimos por parte dos bancos do seu próprio país. Da mesma maneira, os franceses também se colocaram à disposição para auxiliar financeiramente o companheiro europeu.

A alternativa à aprovação desse novo pacote seria deixar a Grécia ficar com os caixas totalmente esvaziados dentro das próximas semanas. Caso isso acontecesse, definitivamente o país não conseguiria compensar as dívidas nas quais se afundou. Porém, por mais que o pacote seja positivo para o país, muitos habitantes eram contrários à medida. Como parte do dinheiro arrecadado vai sair dos impostos, são os gregos quem vão ter que arcar com as consequências.

Além disso, a redução dos gastos significa cortar contratações, pois o país precisa pausar os investimentos em obras, estruturas, servidores públicos, entre outros cargos que são diretamente relacionados à atuação do governo. Com isso, na mesma proporção em que os cidadãos gregos precisam lidar com o aumento dos impostos, eles também tem que manejar os novos gastos com a possibilidade do desemprego.