Publicado em: terça-feira, 02/08/2011

Crise dos Transportes: Nascimento deve realizar pronunciamento no Senado

Com a exoneração do cargo de ministro dos Transportes após denúncias de superfaturamento e as investigações a respeito do patrimônio de seu filho, foi confirmado que o agora senador Alfredo Nascimento (PR) vai realizar um pronunciamento nessa terça-feira (02) no Senado sobre os motivos da sua saída. De acordo com fontes, Nascimento pretende apenas se defender das acusações e defender seu filho empresário, sem entrar no mérito de indicar possíveis nomes suspeitos no caso.

De acordo com o deputado Luciano Castro (PR-RR), o ex-ministro “não vai dar uma de dedo-duro” durante o seu discurso sobre os acontecimentos que levaram à sua saída do Ministério. Além disso, Castro afirma que “ele vai fazer um discurso bem pontual, explicando todos os pontos da administração, mas ele não vai dar uma de dedo duro.” Ao mesmo tempo, Castro garante que Nascimento vai falar de maneira detalhada sobre a sua atuação no Ministério.

Em contrapartida, o também aliado de Nascimento e líder do PR na Câmara, Lincoln Portela (MG), declarou que Nascimento deixará claro o descontentamento com a maneira como a presidente Dilma Housseff lidou com as denúncias contra membros da sigla. Para Portela, “tinha que ter uma radiografia completa dizendo este aqui é de tal partido e está sendo demitido por isso e aquilo. Mas 20 pessoas estão sendo jogadas na vala comum, como se fôssemos todos bandidos.”

O início do pronunciamento de Nascimento no plenário do Senado está previsto para as 15h45. Com o desenvolvimento das denúncias contra o Ministério, toda a diretoria do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (DNIT) foi substituída.