Publicado em: segunda-feira, 12/03/2012

Criminosos roubam quatro rodas de carro em 15 minutos

Na manhã deste domingo, ladrões quebraram o vidro de um Citroën C3, de 2012, abriram o capô para cortarem os fios da bateria, desativando o alarme, utilizaram dois macacos para erguerem o veículo do chão e retiraram as quatro rodas do automóvel. Tudo isso aconteceu logo nas primeiras horas da manhã de domingo, como se estivesse em uma espécie de oficina.

A dona do carro, a psicóloga Márcia Rosane Bacellos, ficou abalada com a ousadia do crime e já disse que o assalto acabou gerando um prejuízo de R$ 5 mil no orçamento da família, além de um dano emocional difícil de ser recuperado, conforme a própria psicóloga afirmou. O crime aconteceu no bairro Menino de Deus, um dos mais tradicionais de Porto Alegre.

Depois de fazer plantão durante a noite, Márcia voltou ao apartamento onde mora com o marido, o sociólogo Renato Victolla, de 52 anos. O plano era viajar para Capão da Canoa, no litoral norte do Rio Grande do Sul. Ela chegou em casa por volta das 7h e estacionou o veículo, comprado no final do ano passado, em frente ao prédio onde mora. O marido contou que o objetivo era aproveitar o domingo de sol na praia.

Dentro do apartamento, a psicóloga ficou tempo suficiente para tomar café da manhã e arrumar uma bolsa com poucas roupas, já que o passeio iria durar apenas algumas horas. De acordo com os planos de Márcia, em até meia hora já estaria tudo pronto para que eles viajassem. Antes disso, porém, vizinhos usaram o interfone para comunicar o crime. A dona do carro disse que os ladrões conseguiram fazer tudo em aproximadamente 15 minutos.