Publicado em: sábado, 31/03/2012

Criminosos que causaram morte e incêndio queriam R$ 80 mil

Cinco pessoas foram indiciadas na manhã desta sexta-feira (30) pela Polícia Civil de Jandira, na Grande São Paulo, suspeitas de terem matado um casal e incendiado uma casa durante a noite da última quinta-feira (29), na cidade de Barueri. Os quatro homens e uma mulher foram mencionados na investigação dos crimes de latrocínio, quando há roubo seguido de morte, além de incêndio e também formação de quadrilha.

Pouco depois, um outro suspeito também foi preso e deverá ser interrogado na delegacia central de Jandira. De acordo com as informações de Albano David Fernandes, delegado seccional, os indivíduos detidos já confessaram a invasão da residência, que foi assaltada e incendiada. Confessaram ainda a participação nas mortes das vítimas. Entretanto, a única mulher que foi detida negou à imprensa que tenha algum envolvimento no caso.

Durante as investigações, a polícia irá apurar o que motivou os crimes. O objetivo é saber se os criminosos eliminaram as vítimas porque elas teriam percebido a invasão ou se foi porque quiseram se vingar delas. Os corpos foram achados carbonizados, fato que está dificultando a identificação das vítimas. A hipótese trabalhada na investigação é que elas teriam sido assassinadas antes do incêndio, já que um dos detidos disse para a polícia que o casal foi esfaqueado por eles.

A certeza da polícia é quanto ao motivo da invasão, pois alguém teria passado a informação de que na casa existia a quantia de R$ 80 mil, porém ao não encontrarem esse valor, acabaram roubando eletrodomésticos e produtos alimentícios. Apesar da confissão dos acusados, o resultado do exame de DNA ainda está sendo aguardado para que os corpos sejam reconhecidos. As vítimas seriam um empresário de 68 anos e uma engenheira de 55 anos.