Publicado em: terça-feira, 13/03/2012

Criminoso foge e rouba van com 13 crianças em São Paulo

Um servente de pedreiro esfaqueou um aposentado, tomou a bolsa de uma cabeleireira, levou o carro de um contador e em seguida roubou uma van escolar que transportava 13 crianças, dirigindo em fuga por quase dois quilômetros. Adriano dos Santos, de 33 anos, só parou quando bateu a van.

A sequência de crimes teve início na segunda-feira (12) por volta das 7h30 no Campo Limpo, na zona sul da capital paulista. Tudo aconteceu em cerca de dez minutos e terminou porque o criminoso acabou se ferindo ao dirigir pela contramão, batendo a van que dirigia em um carro da Guarda Civil Metropolitana e também em uma motocicleta. O motociclista não se feriu.

O servente de pedreiro foi detido pelos guardas-civis que o estavam perseguindo pelo bairro depois que ele feriu o aposentado, roubou a cabeleireira e levou o Nissan Livina de um contador. De acordo com a polícia, as crianças tinham de um a quatro anos e tiveram ferimentos leves graças aos cintos de segurança que usavam. A motorista que estava levando as crianças para a escola contou que o criminoso fez ameaças de morte a todos os passageiros do veiculo. “E eu só tentando acalmar: ‘calma, moço, eu estou cheia de criança no meu carro, tudo pequenininho, vai devagar'”, disse Shirley de Souza.

O bandido estava sem o cinto de segurança, ficou ferido e foi levado ao hospital antes de ser encaminhado até a delegacia. Ele cumpria pena em regime semiaberto por crime de roubo e porte ilegal de armas.

De acordo com informações da polícia, com o criminoso estava a faca que ele utilizou para agredir o aposentado, além de fazer ameaça às outras pessoas. Apesar do ferimento, a vítima esfaqueada passa bem.