Publicado em: quarta-feira, 18/07/2012

Criminoso de guerra nazista mais procurado do mundo é detido em Budapeste

Nesta quarta-feira (18), o criminoso nazista de guerra mais procurado em todo o mundo foi preso em Budapeste. O anúncio foi feito pela procuradoria da capital da Hungria. Laszlo Csatary, criminoso de 97 anos, tinha sido localizado no centro de Wiesenthal. De acordo com um comunicado feito pela procuradoria húngara, ele foi preso pela polícia nesta manhã.

A detenção de Laszlo Cstary foi feita em seu terceiro apartamento, sendo que a imprensa não tinha conhecimento desta informação. O comunicado foi feito em uma entrevista coletiva pelo procurador Tibor Ibolya. O criminoso Laszlo Csizsik-Csatary passou por uma interrogação com um juiz baseada na acusação de “crime de guerra”. De acordo com a promotoria, o criminoso afirmou ser inocente.

Ordens

De acordo com Ibolya, o acusado afirma que é inocente pelos crimes porque estava somente obedecendo as ordens que lhe eram dadas. O procurador afirmou que em decorrência dos graves incidentes e também pela idade do acusado, o juiz do caso poderá permitir que ele retorne para casa e, neste caso, a polícia húngara irá confiscar seu passaporte.

O criminoso de guerra nazista foi chefe da polícia que atuava em um gueto de judeus na cidade de Kosice, na Eslováquia. Mais de 15.500 judeus do local foram mortos ou então encaminhados para Auschwitz, na Polônia. Há 17 anos que Laslo Csatary residia em Budapeste tranquilamente, e nem estava fingindo ser outra pessoa. A Justiça do país já sabia sobre seus antecedentes há mais de dez meses.