Publicado em: segunda-feira, 12/03/2012

Crianças são encontradas trancadas dentro de apartamento em SP

Na noite do último domingo (11), nove crianças foram achadas sozinhas em um apartamento e em uma oficina mecânica no centro da cidade de São Paulo. De acordo com a polícia, as duas mães das crianças foram localizadas em um bar próximo do local. Entre os menores estavam três bebês que possuem menos de um ano de idade.

A polícia foi chamada até o local por José Eduardo de Miranda, que trabalhava como segurança de um prédio vizinho que escutou gritos de socorro. Ao entrarem no apartamento, os policiais militares encontraram seis crianças trancadas, sendo duas delas gêmeas de sete meses, um bebê de oito meses, além de outras três crianças com menos de seis anos. O local estava muito bagunçado, mal cheiroso e cheio de lixo. “Sou pai, sou avô, me dou muito. Uma mãe dessas não merece os filhos”, declarou o segurança.

Os policiais disseram que o lixo estava sendo revirado pelas crianças e que os vizinhos contaram que as mães responsáveis estavam em um bar, localizado a 300 metros dali. Uma das mulheres foi encontrada atrás do balcão, servindo bebida. Contudo, a dona do estabelecimento disse que ela não trabalha no bar, tinha apenas feito uma faxina ali durante o dia. Já a outra mulher estava do lado de fora bebendo cerveja.

Uma conselheira tutelar foi até a residência do tio das crianças, que se propôs a ficar com elas. Entretanto descobriu-se mais um problema: havia três crianças dormindo em meio a pneus em uma oficina mecânica. Então as nove crianças foram levadas até uma casa de acolhimento emergencial para passar a noite, além de comerem e tomarem banho.

Por volta das 5h, um bebê de oito meses foi levado pela avó, de quem receberá cuidados. As outras crianças seguirão para outro abrigo e as mães devem responder por maus-tratos e abandono de incapaz.