Publicado em: terça-feira, 23/10/2012

Criadora do Diário de Classe incentiva pessoas a se manifestarem por mudanças na educação

Criadora do “Diário de Classe” incentiva pessoas a se manifestarem por mudanças na educaçãoNesta segunda-feira (22), a aluna Isadora Faber, de 13 anos, que criou a página Diário de Classe no Facebook, chamou alunos, pais, professores e funcionários dos colégios públicos em todo o Brasil para enviar e-mails que denuciem o estado que se encontram as instituições educacionais para o Ministério da Educação (MEC) e para as secretarias dos municípios e estados. Ela pede que as pessoas demonstrem que não estão satisfeitas com a maneira que é tratada a educação no país.

Chamado de Dia do basta, esta mobilização veio após um dos 344 mil seguidores do Diário de Classe sugerir que isto fosse feito. Além de indicar os problemas, a estudante disse para que os leitores enviem sugestões para solucionar os problemas que enfrentam no dia-a-dia.

Conforme apontou a estudante, ontem (22) é um dia que as pessoas que estão trabalhando com o ministro da educação Aloizio Mercadante teriam que trabalhar muito. Ela disse para as pessoas enviarem informações daquilo que julgassem errado.

O MEC foi procurado pela reportagem, mas afirmou que não recebeu denúncias em sua caixa de e-mail na segunda-feira. A assessoria de imprensa do ministério disse que após receberem as denúncias, elas são acolhidas e feita uma análise. Quem quiser contatar o MEC, pode entrar em contato pelo número 0800-616161 ou também no formulário “Fale conosco” no site do Ministério da Educação.