Publicado em: segunda-feira, 10/03/2014

Criador do Bitcoin desmente reportagem da Newsweek

Criador do Bitcoin desmente reportagem da NewsweekUma reportagem da revista norte-americana Newsweek, publicada nesta semana, informou ter encontrado Satoshi Nakamoto, o misterioso criador da moeda virtual Bitcoin. Após a repercussão da reportagem, assinada pela jornalista Leah Goodman, o próprio Nakamoto se manifestou, através da página oficial do Bitcoin, declarando que ele e o homem entrevistado pela revista não são a mesma pessoa.

Desmentido

De acordo com a reportagem da Newsweek, o homem por trás da moeda virtual mais poderosa do mundo seria Dorian Prentice Satoshi Nakamoto, de 64 anos, morador da Califórnia, nos Estados Unidos. Após a repercussão da controversa reportagem, a identidade online do “verdadeiro” Satoshi Nakamoto (não se sabe se este é realmente seu nome) se manifestou após quatro anos de silêncio absoluto. Na página oficial do Bitcoin, a conta do criador da moeda postou apenas a frase “Eu não sou Dorian Nakamoto”.

O desmentido acaba por levar a história à estaca zero novamente. Em páginas de discussão na internet, muitos usuários acreditam que Dorian Nakamoto seja de fato o criador do Bitcoin, mas tenha feito novas postagens apenas para desviar a atenção da mídia.

Problemas com o idioma

Em sua entrevista à Newsweek, feita a contragosto (Dorian chamou a polícia quando a repórter Leah Goodman foi até sua casa), Dorian Nakamoto afirmou que “não estava mais envolvido com isso”. A utilização do “mais” na frase de Nakamoto deu a entender que, em algum momento, ele esteve envolvido com o projeto. Entretanto, de acordo com o homem, a repórter da Newsweek entendeu errado.

O japonês, que ainda tem um forte sotaque oriental, afirmou que Leah Goodman não compreendeu o que ele quis dizer. Segundo Nakamoto, a frase dizia respeito à engenharia, não ao projeto do Bitcoin. Ou seja, o que ele quis dizer foi que não estava mais envolvido com engenharia. Leah Goodman rebateu a informação, afirmando que, no contexto da conversa, Nakamoto falava claramente sobre o Bitcoin.

Novas entrevistas

Após a repercussão da reportagem da Newsweek, dezenas de repórteres de outros veículos foram até a casa de Dorian Nakamoto. Irritado, o homem escolheu apenas um jornalista para conversar: Ryan Nakashima, da Associated Press. Na conversa, que aconteceu durante um almoço entre os dois, Nakamoto afirmou que não tem nenhuma ligação com o Bitcoin.

O homem, inclusive, declarou que sequer sabia o que era a moeda virtual, até que seu filho começou a questionar se ele tinha participação no projeto. Na reportagem publicada pela Newsweek, Nakamoto teria confirmado sua participação no projeto do Bitcoin. O homem, entretanto, negou qualquer envolvimento com a moeda durante a entrevista realizada à Associated Press, voltando a afirmar que Leah Goodman pode ter se confundido durante a entrevista, devido a seu forte sotaque oriental.

A entrevista concedida à Associated Press deve ser a última de Nakamoto, pelo menos nos próximos meses. O japonês afirmou que está profundamente irritado com toda a exposição recente.

O perfil que assina como Satoshi Nakamoto na página oficial do Bitcoin afirma ter 38 anos de idade (Dorian Nakamoto tem 64) e viver no Japão.