Publicado em: segunda-feira, 25/06/2012

Crescimento da economia volta a cair na projeção de analistas, mostra pesquisa Focus

De acordo com a projeção de analistas, o crescimento da economia deve cair em 2012. Esse resultado negativo aparece pela sétima vez nas avaliações feitas pela Focus. A estimativa dos economistas é que o Produto Interno Bruto (PIB), resultado da soma de todos os bens e serviços, que estava em 2,3% na última pesquisa, não passe de 2,18%, segundo dados desta última. Também houve uma estimativa de queda para 2013, já que na última análise os economistas esperavam um crescimento de 4,25% e agora esse aumento não passa de 4,2%. A pesquisa Focus gera um boletim com todos os dados sobre as estimativas e faz parte do levantamento realizado pelo Banco Central (BC) em parceria com outras instituições financeiras.

Governo tenta aquecer a economia em função dos resultados negativos

Em função da baixa estimativa apresentada pelos economistas, a solução encontrada pelo governo é aquecera economia para obter algum resultado no próximo semestre. O objetivo neste momento é reduzir impostos para estimular o consumo. Além disso, o governo colocou a disposição R$ 20 bilhões no crédito para impulsionar os investimentos. Em paralelo a isso, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC tem reduzido, em quase todas as reuniões do Copom, a taxa básica de juros, a Selic. Terminou o ano com 11% e atualmente está cotada a 8,5%. A expectativa dos analistas é que essa taxa fique ainda mais baixa até o final do ano, podendo fechar 2012 em 7,5%.

Produção industrial também teve queda nas estimativas

A produção industrial também foi avaliada pelos analistas e a expectativa é de queda. Enquanto na última pesquisa os economistas estimavam que o crescimento industrial teria aumento de 0,63%, agora a estimativa não passa de 0,5% para 2012. No entanto, houve crescimento da estimativa para 2013. A recuperação é de 0,2%, passando de 4% para 4,2% atualmente.