Publicado em: sábado, 02/07/2011

Cotação do Dólar: Moeda fecha a 1,5599 e volta valor de 1999

O mercado brasileiro parece estar em 1999 outra vez. Pelo quinto dia seguido, os vendedores derrubaram o dólar e ela chegou a cotação no primeiro dia de junho em 1,559. As 13h50 de sexta-feira (1), o dólar comercial estava em baixa de 0,32% e chegou a R$ 1,557 na venda. Na mínima, a moeda fechou o preço da cotação de janeiro de 1999, com 1,555. Porém, o negócio representa um volume baixo, de aproximadamente US$ 600 milhões.

O volume é resultado dos mercados estrangeiros reduzirem o tamanho de sua posição de venda no pregão da última semana, que fecharam o mês de junho com o estoque positivo de US$ 21,013 bilhões. O Dollar Index, apontou baixa de 0,08%, com 74,38 pontos. Já o euro está em alta de 0,04%, no valor de US$ 1,450.

Para o mês de agosto, o dólar iria ter desvalorizações de 0,44% a 1,5655 na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BMF&F). Na mínima, o contrato foi firmado a R$ 1,5625. Dessa forma, o mercado brasileiro passou a viver com uma nova fórmula de cálculo para a Ptax – taxa que existe como referência para liquidar uma série de contratos cambiais. Na sexta (1) a Ptax fechou com R$ 1,5599 na venda, queda de 0,08% sobre o valor de quinta-feira (30), que foi a R$ 1,5611.

A baixa acaba por ignorar o medo que as bolsas tinham em receber um calote da Grécia. Assim, as perspectivas para a melhora da economia mundial aumentaram com os últimos indicadores da economia americana, que fechou com atividade industrial positiva na bolsa de Chicago.