Publicado em: terça-feira, 03/09/2013

Correios trabalham em e-mail gratuito e criptografado

Correios trabalham em e-mail gratuito e criptografadoOs Correios do Brasil estão com um projeto de oferecer e-mail gratuito e criptografado para a população brasileira. Com isso, os usuários poderiam ficar mais tranquilos quanto a espionagem de conteúdo. A empresa está trabalhando nesse projeto e, de acordo com Genildo Lins, que é secretário-executivo do Ministério Das Comunicações, a empresa poderia ter um retorno financeiro com o serviço por meio da venda de anúncios na página, assim como acontece com os atuais serviços de e-mails gratuitos mais utilizados no mundo inteiro, como o Hotmail, da Microsoft, e o Gmail, do Google.

De acordo com as informações de Lins, essa é uma grande oportunidade de negócios para os Correios do Brasil, já que hoje em dia os correios do mundo todo já não vivem mais de cartas e precisam arrumar novas formas para sustentarem toda a sua estrutura e logística.

A ideia da criação de um serviço de e-mail gratuito e criptografado próprio surgiu quando a empresa estava desenvolvendo um projeto de certificação digital de mensagens. Esse serviço de certificação está sendo feito para ser oferecido tanto para pessoas físicas, quanto para empresas, mediante pagamento.

De acordo com o secretário-executivo do Ministério das Comunicações, o sistema começou a ser estudado antes das denúncias de que o governo brasileiro vinha espionando as mensagens enviadas por brasileiros. No entanto, essas recentes notícias podem fazer com que o projeto seja acelerado.

Prazos para o e-mail dos Correios

Ainda não se há um prazo oficial de quando o serviço de e-mail oferecido pelos Correios estará pronto. A conclusão do projeto dependerá das condições do mercado brasileiro, e também da expectativa da receita que será recebida pela empresa.

A notícia da criação de um serviço de e-mail próprio dos Correios foi dada durante uma entrevista coletiva na tarde de ontem, segunda-feira, dia 2 de setembro. Na ocasião, José Eduardo Cardozo, que é ministro da Justiça, afirmou que o Brasil precisa ter um servidor raiz em solo nacional para que os problemas de espionagem por parte de outros países ou de quem quer que seja possam ser evitados.

Na ocasião, o ministro da Justiça também disse que o governo brasileiro está estudando maneiras de possíveis retaliações ao governo dos Estados Unidos. Um pedido de resposta sobre o assunto foi solicitado para a administração do governo de Barack Obama depois que o governo americano foi acusado de monitorar informações de brasileiros por meio da agência de segurança do país, que é conhecida como NSA.