Publicado em: quarta-feira, 21/05/2014

Coritiba x Internacional: Coxa busca primeiro triunfo e Colorado tenta se manter na liderança do Brasileirão 2014

Ainda sem vencer no Campeonato Brasileiro 2014, o Coritiba tenta o seu primeiro triunfo nesta quarta-feira (21), a partir das 19h30m, contra o líder Internacional, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Neste momento, o Coxa é apenas o penúltimo colocado na tabela de classificação, com três pontos ganhos, apenas um acima da lanterna Chapecoense. Já o Colorado está na ponta, com 11 pontos conquistados, após cinco rodadas disputadas.

Para deixar o Z-4 do Campeonato Brasileiro, o Coritiba precisa vencer e torcer por dois tropeços de alguns de seus concorrentes, Figueirense, Criciúma, Flamengo, Botafogo, Vitória ou Atlético Paranaense. O Internacional, por sua vez, se vencer, terminará a rodada no topo da tabela.

Sem poder contar com o zagueiro Luccas Claro, que recebeu o terceiro cartão amarelo e terá de cumprir suspensão automática, o técnico Celso Roth fará uma mudança na defesa do Coritiba. Welinton será o companheiro de zaga de Leandro Almeida. Outra mudança deve ser a entrada do meia Roni no lugar de Jajá, para auxiliar Alex na armação de jogadas.

No Internacional, o técnico Abel Braga terá que fazer várias mudanças no time titular. Suspensos por terem recebido o terceiro cartão amarelo, o zagueiro Juan e o volante Willians não jogam. Assim, Índio formará dupla de zaga com Ernando, e Ygor atuará no meio de campo formando dupla de volantes com Wellington. Já o meia D´Alessandro será poupado por causa de uma sobrecarga muscular, e será substituído por Otávio.

Rafael Moura desfalca o Internacional para o jogo fora de casa diante do Coritiba

No comando de ataque, Rafael Moura foi vetado pelo departamento médico devido a um trauma em um dedo no pé direito. Assim, Wellington Paulista atuará como referência no setor ofensivo do Inter.

O árbitro do jogo será Elmo Alves Resende Cunha, de Goiás; que será auxiliado por Bruno Raphael Pires, do mesmo Estado, e Rodrigo Henrique Correa, do Rio de Janeiro.