Publicado em: quarta-feira, 15/05/2013

Corinthians decide futuro na Libertadores contra o Boca

Corinthians decide futuro na Libertadores contra o BocaO atual campeão do principal torneio continental de futebol da América é o Corinthians. Favoritismo? Sim, mas esse discurso não preocupou muito os jogadores do Boca, na primeira partida, no estádio La Bombonera, que venceram por 1 a 0, com o gol de Blandi. O resultado é ruim para a equipe brasileira porque na partida de volta de hoje (15) o time precisa marcar dois gols para passar de fase na Libertadores, sem depender de pênaltis. Um gol do Boca no Pacaembu pode transformar a noite em um pesadelo para os torcedores fiéis.

O técnico Tite treina para fazer o simples e não tomar gols. De ataque e defesa, a equipe brasileira está bem servida. Na frente, Pato e Guerreiro são os atletas de confiança do treinador e da torcida. Na intermediária da defesa com o meio de campo, Paulinho vem em boa fase e pode ser o fator surpresa no ataque. No último jogo, pela primeira partida da final do Campeonato Paulista, o volante corintiano marcou um golaço e a vitória deu confiança ao grupo.

O retrospecto em casa é favorável ao Corinthians, que abriu vantagem de mais de dois gols em todos os jogos desta Libertadores. No Pacaembu, o time só perdeu em 2006, para o River Plate, por 3 a 1.

Além disso, o Boca, apesar da tradição na competição, não tem um grande elenco neste ano. Riquelme, veterano de 34 anos é o maestro do time, e deve jogar a segunda partida – em Buenos Aires, ficou de fora por lesão. Os argentinos chegaram ontem (14) no Brasil e estão treinando no Canindé para tentar derrubar o favoritismo corintiano.

Na segunda-feira, todos os ingressos colocados a venda foram vendidos. Portanto, o estádio deverá estar completo e empurrando o Corinthians, com aproximadamente 40 mil torcedores.

O vencedor de hoje enfrenta quem passar da partida de Newell´s Old Boys e Vélez Sarsfield.