Publicado em: quinta-feira, 21/07/2011

Copom eleva taxa de juros a 12,5%

O comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, optou nesta quarta-feira (20) pela elevação da taxa básica de juros, (a taxa Selic) em 0,25%, chegando ao índice de 12,5%, a maior desde janeiro de 2009, quando era de 12,75%. O aumento maca a quinta alta seguida no governo Dilma.

A alta da Selic já era esperada pela maioria dos analistas do mercado financeiro, como o NotíciasBR havia informado nesta semana. O BC presente elevar a Selic e fazer com que o custo do crediário também suba, e dessa forma, consiga diminuir o consumo da população para conter a inflação.

A decisão do comitê foi unânime. O Copom divulgou o documento no mesmo dia. “Avaliando o cenário prospectivo e o balanço de riscos para a inflação, o Copom decidiu, por unanimidade, neste momento, elevar a taxa Selic para 12,5% ao ano, sem viés.” A Alta dos juros acontece quando existe uma procura grande por produtos e pouca quantidade para atender essas necessidades.

Sob o comando de Alexandre Tombini, o Copom tem atuado em todas as reuniões aderindo ao aumentos dos juros. Nas duas primeiras reuniões, o aumento foi e 0,5%. Com esses índices, o Selic no governo Dilma passou de 10,75% para 12,5% ao ano. O próximo encontro será realizado nos dias 30 e 31 de agosto, aonde as taxas de juros continuam em pauta e procurando medidas para frear a inflação.