Publicado em: sexta-feira, 14/10/2011

Copa do Mundo 2018 vai usar 12 estádios em 11 cidades diferentes

A Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia, irá acontecer ser disputada em 11 cidades diferentes, em um total de 12 estádios, conforme afirmou nesta terça-feira (11) o chefe do comitê organizador local do evento, Vitaly Mutko. Ele também disse que o anúncio das cidades-sede foi antecipado e será realizado em outubro do ano que vem, para dar mais tempo do maior país do mundo se preparar para o evento.

Segundo Mutko, mesmo com a desistência das regiões no entorno de Moscou, ainda há 13 cidades e 15 estádios na disputa por uma vaga como sede do maior torneio de futebol do mundo. Ele se recusou a divulgar nomes de favoritos e disse que todas as cidades tem a mesma chance de ser escolhida.

Além disso, garantiu que nenhuma cidade russa já está confirmada como sede, pois a estrutura para o evento precisa ser perfeita, com estádios, aeroportos, hotéis, estradas e toda a estrutura preparada para receber a Copa. O secretário-geral da Fifa, Jèrome Valcke, foi questionado sobre a falta de organização do comitê de organização russo, e respondeu que, no momento, estão mais preocupados com o Brasil.

Vacke disse que só esteve em duas cidades russas até o momento. Ele afirma que o pior problema em Moscou é o trânsito, mas que, até 2018, há muito tempo para solucionar a questão. Os russos estão construindo do zero 11 dos 12 estádios para a Copa, mas Mutko garante que em até dois anos eles estarão prontos.