Publicado em: quinta-feira, 30/06/2011

Copa América 2011: Argentina quer acabar com jejum de títulos

No dia 1º de julho quando entrar em campo para a estreia da Copa América de 2011 diante da Bolívia a seleção dona da casa, a Argentina, levará a campo um jejum de 18 anos sem nenhuma conquista de futebol profissional.

A maior campeã do torneio, com 14 títulos, não ganha nada desde a Copa América de 1993. Dessa forma, jogando em casa, a seleção comandada por Lionel Messi tem tudo para quebrar esse jejum.

A seleção já passou por um período maior sem conquistar a competição mais importante das Américas, mais exatamente 22 anos entre 1959 a 1991. Só que nesta seca os argentinos conseguiram seus dois títulos mundiais em 1978 e 1986.

Mais experiente do que a equipe que disputou a Copa do Mundo de 2010 na África do Sul a seleção Argentina vem forte para levantar o caneco. Com o veterano Javier Janetti na lateral direita, o setor está bem mais protegido do que na época de Diego Maradona como treinador.

O técnico Sergio Batisti vai imitar o esquema do Barcelona para tentar fazer com que Messi jogue o mesmo que no seu clube. A equipe base que deve estrear na competição é Romero; Zanetti, Burdisso, Gabriel Milito e Rojo; Mascherano, Cambiasso e Banega; Lavezzi, Messi e Tévez.