Publicado em: segunda-feira, 19/03/2012

Coordenador auxilia preenchimento da declaração do Imposto de Renda

Os contribuintes têm até o dia 30 de abril para prestar contas com a Receita Federal. É necessário preencher o modelo da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) que está disponível no site da Receita e apresentar todas as informações pedidas. O contribuinte deve informar todas as despesas para tentar reduzir o valor pago ou aumentar a quantidade que deve ser devolvida pela entidade. Na página da Receita federal tem todas as informações sobre o que pode ser incluído ou não no formulário, mas para facilitar o trabalho, o coordenador da IOB-Folhamática, Edino Garcia, oferece dicas de como lidar com a planilha de gastos.

Segundo ele é possível reduzir gastos próprios e de outros dependentes, no entanto é preciso ter guardado os comprovantes e notas fiscais. Garcia lembra que a Receita pode pedir, dentro de cinco anos, esses documentos para comprovação dos dados declarados no Imposto. Não é algo comum, mas em casos de problemas ou dados de cruzamentos que demonstrem algum tipo de irregularidade é possível que isso aconteça.

De acordo com as informações da Receita Federal, na declaração de 2011 é possível deduzir R$ 1.889,64 para cada dependente. Pode ser filho, enteado, companheiro, pais, avós ou bisavós. Garcia lembra que filhos até 24 desde que estejam na faculdade podem ser incluídos como dependentes e no caso de companheiros precisam ter mais de cinco anos de convivência. Essas pessoas precisam ter rendimentos menores do que R$ 18.799,32 para serem incluídas na categoria dependente. Também é possível colocar como dependente as pessoas incapazes.

Além dos descontos com os dependentes é possível descontar o valor gasto com trabalhador doméstico no valor de R$ 866,60. Aos que pagam pensão alimentícia é possível reduzir este gasto também. Garcia lembra que o valor declarado precisa estar de acordo com aquele registrado. Também é possível declarar de 3% a 6% das doações feitas aos Fundos do Direito da Criança e Adolescente ou para entidades com projetos para cultura e esporte. Aos que esquecerem de fazer a dedução até o dia 30, é possível retificar o imposto até o final deste ano. Garcia afirma que neste caso a restituição virá apenas em 2013.