Publicado em: quarta-feira, 28/03/2012

Consumidora recebe indenização de R$ 7 mil após encontrar pelos de rato em salgadinho

A Pepsico foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) a pagar R$ 7 mil por uma indenização por danos morais a uma consumidora. Segundo o que foi divulgado pela assessoria do tribunal, Maria de Fátima Thomas encontrou pelos de rato dentro de um pacote de salgadinho Cheetos, pertencente a Elma Chips. Conforme a informação da assessoria, o pelo foi constatado através de um laudo do instituto de criminalística.

Além da mulher, sua filha também consumiu parte do produto, contudo nenhuma delas chegou a ingerir o pelo. As duas comeram alguns salgadinhos e logo identificaram os corpos estranhos que estavam dentro do pacote.

A empresa e a consumidora já haviam entrado com recurso e o tribunal preferiu aumentar a indenização dada pelo juiz Flávio Citro Vieira de Melo, do 1º Juizado Especial Cível de Nova Iguaçu, anteriormente estabelecida em R$ 3 mil. Maria de Fátima também tinha solicitado indenização por danos morais para a padaria onde comprou o pacote de salgadinhos, porém o juiz José de Arimateia Macedo, considerou o pedido como sendo improcedente.

Caso lembra rato que foi encontrado dentro de salgadinho

Em outubro do ano passado, a dona de casa de 45 anos, Angela Maria Ziele, teria comprado um pacote de salgadinho da Elma Chips contendo um rato morto dentro, em Joinville (SC). Segundo ela, seu filho de cinco anos comeu algumas unidades antes que percebesse a presença do animal morto.