Publicado em: terça-feira, 02/08/2011

Conselho Federal de Medicina cria mais três áreas de atuação médica

Uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), publicada nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial da União cria novas áreas de atuação médica. A medida aprova a criação da medicina do sono, medicina paliativa e medicina tropical. Com a aprovação, o profissional poderá receber treinamento adicional específico durante o seu programa de residência.

Segundo a resolução do CFM, o campo da medicina paliativa esta associado à especialidades de clínicas médicas, cancerologia, geriatria e gerontologia, medicina de família e comunidade, pediatria e anestesiologia. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 65% dos portadores de doenças crônicas precisam de cuidados paliativo. Com a novo campo, a Comissão Nacional de Medicina Paliativa da Associação Médica Brasileira (AMB) deve definir nas próximas semanas quais serão os critérios para o reconhecimento dos primeiros paliativistas titulados no país.

Já a medicina tropical é vinculada à especialidade de infectologia, que se decida ao estudo e tratamento de doenças como a malária, febre amarela, dengue, esquistossomose e leishmaniose, ocorrem com mais intensidade nas regiões tropicais.

A nova resolução prevê também que as áreas ligadas ao tratamento e estudo da dor, antes associadas a anestesiologia e neurologia, agora passam a ser associadas também à acupuntura, medicina física e reabilitação, neurocirurgia e ortopedia e traumatologia. A medida também denomina que deixam de ser tratadas como áreas de atuação os campos de cirurgia de coluna, perícia médica, reprodução humana e medicina aeroespacial.