Publicado em: sábado, 27/04/2013

Conmebol instaura um processo disciplinar contra Grêmio e Luxa por confusão após jogo contra Huachipato

Conmebol instaura um processo disciplinar contra Grêmio e Luxa por confusão após jogo contra HuachipatoMesmo que o relatório da partida envolvendo Huachipato e Grêmio no Chile não houvesse citação da briga que ocorreu após o apito final do juiz, a Conmebol afirmou durante esta sexta-feira (26) que chegou a abrir um processo disciplinar contra as pessoas envolvidas nesta confusão depois do 1 a 1 no dia 18 de abril, que fez com que a equipe tricolor conseguisse a classificação para as oitavas da Copa Libertadores.

Conforme aponta a nota no site oficial divulgada pela entidade, esta decisão foi tomada depois de uma análise nos vídeos e também súmula que o árbitro uruguaio Martin Vazquez havia apontado. O resultado das punições que devem ocorrer são esperadas para acontecer antes dos jogos da próxima semana no torneio continental. O Grêmio jogará na quarta-feira (1º) contra o Independiente Santa Fé, na Arena do Grêmio.

O comunicado aponta que após ser analisado os fatos que ocorreram depois de finalizada a partida entre os times do Huachipato e do Grêmio e depois de serem analisados os informes oficiais e imagens de televisão, a Comissão Disciplinadora da Conmebol decidiu na sexta-feira (26) abrir um processo disciplinar para os dois clubes, e os jogadores e técnicos que fizeram parte destes incidentes.

Caso o Grêmio seja responsabilizado por esta confusão, irá levar uma multa. A pena do técnico Vanderlei Luxemburgo, que vai ser julgado como o causador desta briga, pode ser de suspensão de uma partida no torneio. Já o zagueiro Douglas Grolli poderá levar uma pena que chega a até três jogos.

O advogado do departamento de futebol Gabriel Vieira do Grêmio apontou que a notificação foi recebida durante a tarde desta sexta-feira (26) e a análise foi realizada com base nos trechos encontrados da súmula da partida e em imagens da TV. Ele afirmou que o time irá apresentar defesa por escrito até a segunda-feira (29).

Esta confusão teve inicio após a partida terminar, no momento em que os técnicos Vanderlei Luxemburgo e Jorge Pellicer estavam se cumprimentando, porém membros da comissão técnica do time chileno chegaram a se desentender com o técnico do time gaúcho. Logo após isso, um jogador junto com o preparador físico do Huachipato foram para cima de Luxemburgo, que chegou a cair no chão e com isto ocorreu uma confusão de maneira generalizada, que acabou apenas após a polícia intervir.