Publicado em: sexta-feira, 16/12/2011

Confirmada mais uma morte suspeita de remédio manipulado em MG

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) infirmou nesta quinta-feira (15) que foi confirmada mais uma morte cm a suspeita de contaminação pelo medicamento manipulação em Teófilo Otoni, interior do estado. Esta é a décima vítima do Secnidazol 500 mg, manipulado pela rede Fórmula Farma.

A SES e Polícia acreditam que ouve a troca da matéria prima utilizado no remédio, que é um antiparasitário. A manipulação teria colocado um remédio anti-hipertensivo na composição. Nesta quarta-feira (14) o responsável pela equipe de manipulação, Henrique Luiz Portilho, prestou depoimento sobre o caos, porém, o conteúdo ainda não foi revelado.

Além do caso da suspeita de troca de composto, a Fórmula Pharma será investigada por possuir estoque de remédios manipulados, o que e proibido, já que a produção é feita somente a pedida da quantidade do paciente. Além disso, foram encontrados frascos de remédios que apresentam nome de pessoas que já faleceram.

De acordo com a SES, todas as vítimas apresentaram sintomas comuns da superdosagem de remédios utilizados como anti-hipertensivos, como queda da pressão arterial e dos batimentos cardíacos, sensação de desmaios e mãos arroxeadas. As capsulas foram recolhidas para serem examinadas, porém, ainda não foi informada a data dos resultados.