Publicado em: sexta-feira, 19/08/2011

Confiança dos Empresários é a menor desde abril de 2009

Devido às turbulências que aconteceram nos mercados mundiais e os empresários acabaram ficando menos confiantes com os rumos da economia brasileira, segundo uma pesquisa que foi divulgada nesta sexta-feira (19) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Ainda de acordo com a entidade o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) teve uma queda e atingiu em agosto deste ano 56,4 pontos, ou seja, 1,5 pontos a menos que no mês anterior. E comparado com o mesmo período do ano passado a queda é ainda maior, chegando aos 7,6 pontos. Este nível é o menor desde abril de 2009, quando o ICEI estava em 49,4 pontos.

Este índice varia entre zero e cem pontos, quando os valores estão acima de 50 significa que os empresários estão confiantes e abaixo de 50 pontos existe falta de confiança. Ainda segundo a CNI, a queda neste indicador no mês de agosto é devida, sobretudo pelas avaliações feitas levando em conta as condições da economia atual. A confederação fala que a situação adversa da economia mundial atual fará com que a confiança dos empresários caia ainda mais no terceiro trimestre deste ano.

A pesquisa revelou que, com exceção do setor de borracha, todos os demais segmentos da indústria acabaram registrando um nível de pessimismo em relação à situação econômica atual. Outro ponto que deixa os empresários pessimistas é em relação às condições das empresas, o indicador se manteve estável e chegou aos 49,8 pontos. Já em relação aos rumos da economia nos próximos seis meses deixou os empresários otimistas.