Publicado em: segunda-feira, 16/07/2012

Conferência chama a atenção para o uso de estimulantes por crianças e adolescentes

Um dos temas da 9ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente foi o uso excessivo de medicamentos para crianças e adolescentes. O assunto foi bastante discutido na palestra de encerramento do evento. O maior questionamento, tanto do conselho federal de Psicologia quanto do conselho de Serviço Social é que crianças estão usando estimulantes do sistema nervoso central. É o caso, por exemplo, da Ritalina e também de ansiolíticos. A campanha contra o uso dessas substâncias faz parte do Plano Decenal de Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. Entro dele, há um plano específico para Enfrentamento ao Uso de Substâncias Psicoativas. O objetivo é ampliar as políticas sociais para tratamento de crianças e adolescentes que também fazem uso de álcool e drogas. Entre as soluções para o problema, também está a proposta de ampliação do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo, o Sinase. Segundo Maria do Rosário, secretária de Direitos Humanos da Presidência da República, o objetivo é buscar melhorias nas instalações dos locais que abrigam jovens que estão cumprindo medidas socioeducativas.

Melhorias nos conselhos tutelares é tema da conferência

Um dos temas que também foi destaque na conferência foi a qualificação dos conselhos tutelares. Quase todos os municípios brasileiros, segundo a ministra, possuem conselho e agora o foco é melhorar a qualidade dos serviços. O objetivo é que a entidade se fortaleça e proteja os direitos das crianças e adolescentes. Segundo dados do evento, 780 adolescentes participaram da conferência e puderam apresentar suas necessidades. O evento contou com a participação de Ivete Sangalo no encerramento da conferência. Segundo ela, as crianças precisam ter seus direitos preservados. A cantora também chamou a atenção dos jovens com o uso da internet.