Publicado em: segunda-feira, 02/12/2013

Condutor de 14 anos atropela e mata pai de família em Cuiabá

Condutor de 14 anos atropela e mata pai de família em CuiabáThiago Cardoso, de 18 anos, compartilhou do ato de repúdio efetivado nesta última sexta-feira (29) contra a falecimento do pai dele, Enéas Cardoso, que foi atropelado na última terça-feira (26) por um veículo dirigido por um criança de 14 anos, na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. Ele descreve que até admite o falecimento, contudo, não da maneira como aconteceu.

O garoto afirmou que adorava o pai e que até aceita a morte, porém da forma por ele classificada como ato de covarde não, revoltado, ele também disse que seu pai não podia ter morrido daquele jeito. Enéas era funcionário estadual e deixou além dele mais quatro irmãos.

A paixão do pai de Thiago por pedalar teve início em quatro anos aproximadamente, em que ele presenteou dois filhos com uma bicicleta cada e aproveitou a oportunidade e adquiriu uma também para que pudesse acompanhar os filhos. Thiago conta que por fim ele e o irmão deixaram as bicicletas de lado, mas o pai tomou gosto e que amava pedalar.

O acidente que vitimou Enéas também feriu mais duas pessoas que foram atropeladas por um carro SUV defronte a um hotel. O servidor público estava de bicicleta e faleceu na hora. O assistente de montagem Vanderlei Gomes, que era visitante da hospedaria, feriu a perna, porém o estado de saúde como um todo está estável. E o publicitário Rafael Bergaman, que andava pela avenida, fraturou a perna e o maxilar, permanece internado.

O condutor, um menino de 14 anos, informou à polícia que não alcançou o freio porque o mesmo estava com problemas. Ele foi indiciado por homicídio culposo, dúplice dano corporal e condução perigosa. Depois o acidente, o menor de idade ficou encarcerado na Delegacia Especializada do Adolescente. Porém, nesta sexta-feira, foi deslocado para o Centro Socioeducativo de Cuiabá, após a Justiça determinar pelo internamento transitório do garoto.