Publicado em: quarta-feira, 19/10/2011

Concursos públicos podem exigir exame antidoping

Em competições esportivas, os atletas precisam passar por determinados exames que avaliam se estes ingeriram algum tipo de medicamento proibido antes de competir. Alguns atletas utilizam essas substâncias para ficarem mais fortes, mais rápidos, enfim, para melhorarem seu desempenho nas competições em que participam. Mas parece que este exame irá se estender também aos concursos públicos.

Aquelas pessoas que precisarem fazer provas físicas em concursos públicos poderão ter que realizar o exame antidoping. Este projeto de lei foi proposto pelo senador Acir Guzgacz (PDT-RO), e foi aprovado, na terça-feira, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte. O projeto de lei nº 318 ainda será votado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Sendo o doping uma prática ilegal que dá a quem pratica vantagem sobre os demais concorrentes, o senador alega que o doping, no caso dos concursos públicos, também vai contra os princípios de igualdade entre quem está participando da seleção.

Caso este projeto for aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, o exame será feito dentro das normas adotadas pelas instituições brasileiras que administram os esportes olímpicos. O projeto feito pelo senador também propõem que o resultado do exame antidoping seja colocado em um edital do concurso.