Publicado em: quinta-feira, 19/04/2012

Comunidade incendeia ônibus como protesto no RJ

Foi ateado fogo em um ônibus no Viaduto José Alves de Morais, no Rio de Janeiro. O ato é de responsabilidade de alguns moradores da comunidade Rato Molhado. O tenente coronel Ivanir Linhares, comandante do 3º BPM (Méier), informou que a ação partiu do incitamento por parte de traficantes, depois que uma menina de 10 anos foi atingida por um tiro de raspão numa operação na comunidade. Um criminoso também teria sido baleado no peito.

A informação divulgada pelo Centro de Operações da Prefeitura do município é que devido o incêndio no veículo, o Tunel Noel Rosa precisou ser fechado na via que vai para Jacaré, da mesma forma como aconteceu com o acesso ao Viaduto, sentido Vila Isabel. Por volta das 20 horas o trânsito já estava normal.

Resultados

O comandante informou ainda que o criminoso foi apreendido com uma pistola. Tanto ele, quanto a menina foram encaminhados para um hospital no Méier, o Salgado Filho, localizado na Zona Norte. A menina está em condição estável de acordo com o comandante.

Segundo informações do tenente coronel Marcio Oliveira Rocha, comandante do 6º BPM (Tijuca), policiais do batalhão estão apoiando o BPM do Méier no local. O túnel ficou fechado algum tempo por questões de segurança.