Publicado em: terça-feira, 25/02/2014

Compra do WhatsApp reforça importância do Marco Civil, diz ministro das Comunicações

Compra do WhatsApp reforça importância do Marco CivilA compra do WhatsApp pelo Facebook tem dado o que falar, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, alega que esse tipo de transação reforça a importância da aprovação do Marco Civil da Internet. Bernardo disse que o fato de Mark Zuckerberg ter comprado o aplicativo pela bagatela de 16 bilhões de dólares, reforça a teoria de que os dados são valiosíssimos e agregaram valor à venda.

Para o ministro, o valor ficou tão alto pois a base de dados do WhatsApp é imensa e é disso que o Facebook precisa. Isso sem mencionar que o aplicativo cresceu quatro vezes mais do que o a rede social nos 5 primeiros anos de existência.

Em viagem à Barcelona, o Paulo Bernardo deu entrevista aos jornalistas que compareceram ao Congresso Mundial de Tecnologias Móveis (MWC). O ministro foi a cidade espanhola para assinar um acordo para reduzir o número de spams e aumentar o controle de aparelhos móveis roubados em solo brasileiro.

A importância do Marco Civil no Brasil é tratada pelo Governo Federal como imprescindível e necessária, principalmente com a confirmação de que o governo dos Estados Unidos acessava os dados pessoais dos brasileiros e produziu um esquema de espionagem que hoje, vem sendo combatido pelo Brasil com todas as forças. Empresas como é o caso do Google, estão relutantes com o projeto, pois não aceitam o fato de que deverão criar “datacenters” no país para armazenas os dados dos brasileiros, segundo eles, é melhor que as informações sejam enviadas aos Estados Unidos.

Outra medida que tem deixado os americanos com o pé atrás é a cláusula de transmissão e informação de dados, segundo eles, não seria justo deixá-los no Brasil e mesmo com a autorização da justiça brasileira, passar as informações pessoais de quem acessa a internet no Brasil seria antiética.