Publicado em: sexta-feira, 02/03/2012

Companhia irá reembolsar passageiros do Costa Allegra

Nesta quinta-feira (1º), a companhia Costa Cruzeiro afirmou, perante um comunicado, que os passageiros do navio Costa Allegra, que ficou a deriva no Oceano Índico depois de um incêndio na casa de máquinas, irão receber diferentes compensações devido ao incidente. Serão três tipos de compensação destinadas aos 70% dos passageiros, que optaram por ficar em Seychelles como troca pelo cruzeiro, e outra para os 30%, que optaram por voltarem para suas casas.

A compensação oferecida pela companhia inclui o reembolso total da passagem paga pelo cruzeiro e todas as despesas. Aos passageiros que decidiram voltar para seus países utilizando os voos organizados pela empresa, foi oferecido um vale com o mesmo valor da viagem no Costa Allegra, para que a pessoa possa utilizar em qualquer outro cruzeiro da companhia em até dois anos.

Passageiros e tripulação passam bem

A Costa Cruzeiros informou no comunicado que está “sinceramente descontente pelos transtornos causados a seus convidados, mas feliz de tê-los encontrado em boas condições”. O Costa Allegra chegou à ilha de Mahé, nas Seychelles, nesta quinta-feira ao meio-dia (no horário local). De acordo com a empresa, tanto os passageiros como os tripulantes passam bem.

O incidente com o Costa Allegra aconteceu um mês e meio após o naufrágio do navio Costa Concordia, que também é de propriedade da Costa Cruzeiros. O naufrágio aconteceu na ilha italiana de Giglio, e deixou 25 mortos e sete desaparecidos. Devido ao incêndio, o Costa Allegra ficou à deriva e sem eletricidade, sendo que os alimentos eram levados a bordo através de helicópteros.