Publicado em: terça-feira, 05/07/2011

Como prevenir e aliviar a dor de dente

Uma das dores mais comuns nos brasileiros é a dor de dente. O incômodo pode acontecer para todas as pessoas e sem causa aparente. Muitas vezes, o paciente precisa conviver com a dor até conseguir marcar uma consulta com o dentista, sendo necessário recorrer a algumas ferramentas para dor não ficar tão intensa.

As causas mais comuns da dor de dente são cárie dental, inflamações na gengiva (gengivite e periodontite), traumatismos dentários (fraturas), dentina exporta por retração gengival por por pressão excessiva durante a escovação (causa o desgaste do esmalte), problemas relacionados a polpa do dente (tratamento de canal) e doenças como herpes simples, gengivoestomatite herpática agudas e demais manifestações que podem causar dor. A falta de higiene bucal e a erupção do dente do siso também podem causar dores fortes.

Para especialistas, a dor de dente pode ser responsável pelo desencadeamento de outras dores pelo corpo, como a dor de cabeça. Esse processo é chamado de dores referidas e podem acontecer também na forma de dor de ouvido, dor muscular, dor cervical entre outras.

A melhor indicação para aliviar a dor de dente é procurar um profissional credenciado ao Conselho Regional de Odontologia. Não é indicado utilizar remédios caseiros e se necessário, entrar em contato com o dentista para saber qual é a medicação indicada para o problema. A maioria das dores de dente podem ser evitadas com visitas regulares ao dentista. Para atuar de forma preventiva, o paciente deve ir ao consultório a cada 6 meses.