Publicado em: sábado, 01/10/2011

Comercial com Gisele Bündchen pode ter circulação interrompida

O comercial da marca de lingerie Hope, estrelado pela top model brasileira Gisele Bündchen, está causando polêmica e pode ser retirado do ar. Na propaganda, disponível para TV, internet e outdoors, Gisele faz o papel de uma mulher que bateu o carro e estourou o limite do cartão de crédito e precisa dar a notícia ao marido. Na primeira versão, a história é contada com Gisele vestida normalmente. Na segunda versão, a modelo aparece apenas de calcinha e sutiã, naquela que foi considerada pela a marca a melhor maneira de relatar o problema.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) da Presidência da República afirmou que o comercial é apelativo e preconceituoso em relação às mulheres, e pediu ao Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária (Conar) que a propaganda seja suspensa. De acordo com a SPM, várias mulheres ligaram para a ouvidoria da secretaria para reclamar do comercial.

A campanha “Hope Ensina” pretende mostrar como as mulheres podem utilizar a sensualidade para deixar qualquer homem “derretido”. A modelo Gisele Bündchen estimula as mulheres a usarem seu charme para amenizar possíveis reações dos maridos e namorados diante de alguns problemas que podem acontecer no dia a dia, conforme afirmou a empresa em nota divulgada à imprensa.

Em nota divulgada pela SPM, o vídeo é sexista e promove o reforço do estereótipo da mulher como objeto sexual dos homens.