Publicado em: quarta-feira, 22/02/2012

Comer pouco pode prevenir Mal de Alzheimer e Parkinson

Comer pouco pode prevenir Mal de Alzheimer e ParkinsonUma pesquisa realizada no National Institute on Ageing (NIA), em Baltimore, nos Estados Unidos, afirma que comer pouco pode proteger contra doenças degenerativas como Alzeimer e Parkinson. Segundo o estudo, jejuar um ou dois dias por semana pode proteger o cérebro.

Mark Mattson, líder do laboratório de neurociências do Instituto e um dos autores do trabalho, diz que é necessário alternar períodos de jejum com períodos em que você come de tudo. O beneficio pode ser percebido se a pessoa reduz o consumo de alimentos para 500 calorias diárias em pelo menos duas vezes na semana. Isso equivale, por exemplo, a comer somente legumes e tomar chá. Essas informações foram apresentadas durante o encontro anual da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em Vancouver.

Estudo foi feito com ratos de laboratório

O National Institute of Ageing apresentou essas conclusões tendo como base um estudo feito com ratos de laboratório. Alguns animais receberam uma quantidade mínima de calorias em dias alternados e viveram duas vezes mais que aqueles que se alimentaram normalmente todos os dias.

Mattson disse que os animais que comiam menos em alguns dias da semana ficaram mais sensíveis à insulina e precisavam produzir uma quantidade menor dessa substância que serve para controlar o nível de açúcar no sangue. Produzindo menos insulina não tiveram diminuição das atividades cerebrais. O cientista constatou ainda que os ratos que fizeram jejum desenvolveram novas células cerebrais e se mostraram mais resistentes ao stress.

Segundo o autor da pesquisa, essas conclusões foram comprovadas também por estudos com seres humanos que fazem jejum. Foram observados, por exemplo, benefícios contra a asma. Para melhorar os resultados, a equipe de estudiosos pretende avaliar o impacto dessa prática no cérebro com a ajuda de ressonância magnética e técnicas mais elaboradas.