Publicado em: quarta-feira, 21/09/2011

Comer fora de casa está 11% mais caro neste ano

As pessoas que costuma se alimentar fora de casa já perceberam que as refeições estão mais caras neste ano. Nos últimos 12 meses um hábito bastante comum entre os brasileiros ficou 11,09% mais caro. A aula é maior que a sentida entre os alimentos e bebidas em geral. Só o cafezinho cresceu 13,37% enquanto os doces foram os que cresceram menos, com 8,34%.

Os valores foram informações através do Índice de preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) na terça-feira (20).

Em relação a agosto passado, quem almoça fora e casa está pagando 0,43% a mais em relação ao que pagava a um mês atrás. Dessa forma, analisada separadamente, o café ficou 0,8% mais caro, seguido pelos lanche com 0,669% e pelas bebidas alcóolicas que subiram 0,55%.

Já na alimentação feita em casa, a cidade que registrou o maior aumento neste tipo de refeição foi Rio de Janeiro. Na capital, nos últimos 12 meses comer em casa está 11,08% mais caro nos últimos meses. A média nacional é de 9,91%.