Publicado em: sexta-feira, 21/03/2014

Com atraso relevado, Guns N’ Roses agita a multidão na abertura da turnê brasileira

Com atraso relevado, Guns N' Roses agita a multidão na abertura da turnê brasileiraA lendária banda de rock Guns N’ Roses tocou para cerca de 10 mil pessoas no Rio de Janeiro, na última quinta-feira (20) e provou que o tempo não enfraqueceu o talento de fazer o público ir ao delírio. Comandados por um inoxidável Axl Rose, os músicos fizeram na HSBC Arena, na Barra da Tijuca, o primeiro show da turnê brasileira do grupo em 2014.

Mesmo com quase duas horas de atraso, o público se manteve calmo e, por volta das 23h50 ouviu os primeiros acordes de Chinese Democracy (2008), que deu nome ao último disco do Guns N’ Roses. Na sequencia, um dos maiores clássicos, Welcome to the Jungle (1986), do álbum Appetite For Destruction, que mesmo sem a intensidade do Axl dos velhos tempos, fez todos sentirem arrepios.

Além deste sucesso, o GNR tocou ainda It’s so Easy e Mr. Brownstone, do mesmo disco. Se Axl Rose já não tem mais a mesma capacidade vocal, e demonstra limitações impostas pelo tempo e pela vida desregrada na hora de elevar os tons, a galera vai junto, grita e faz a experiência se tornar inesquecível.

Os shows da banda vão passar ainda por outras oito capitais brasileiras, levando pirotecnia, luzes e telões para animar a plateia, além do inconfundível carisma da banda, que só perde pela ausência do guitarrista Slash. A formação liderada por Axl Rose tem DJ Ashba, Richard Fortus e Ron “Bumblefoot” Thal nas guitarras; Tommy Stinson no baixo; teclados de Dizzy Reed e Chris Pitman e Frank Ferrer na bateria.

Da estridente guitarra de Bumblefoot, o público recebeu de presente o Hino Nacional Brasileiro antes de começar a tocar Don’t Cry (1991). O repertório do Guns N’ Roses contou com 19 músicas, incluindo os covers que fizeram sucesso ao som da banda Live and Let Die (Wings) e Knocking on Heaven’s Door (Bob Dylan). A clássica Sweet Child O’ Mine (1986) foi o ápice do show, que contou com momentos de emoção ao som de November Rain (1991) e Patience (1988).

Longo caminho

Na escala da banda estão ainda shows em Belo Horizonte (MG) neste sábado, no dia 25 em Brasília (DF), dia 28 em São Paulo e dia 30 em Curitiba (PR). Os shows adentram o mês de abril com apresentações em Florianópolis-SC (01), Porto Alegre-RS (03), Recife-PE (15), e a turnê se encerra em Fortaleza (CE) no dia 17.