Publicado em: sábado, 24/03/2012

Colombiano e americano são candidatos ao cargo de presidente do Bird

O Banco Mundial (Bird) publicou ontem os três candidatos que disputam a sucessão do cargo do americano Robert Zoellick. Um é o compatriota de Zoellick, Jim Yong-kim. O outro é o colombiano José Antonio Ocampo, seguido da nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala. Ocampo, que e professor da Universidade de Columbia (Nova York), havia colocado seu nome a disposição na quarta-feira. A Colômbia discorda da sua promoção, pois gostaria que Ocampo ocupasse o cargo de Angelino Garzón na direção da Organização Internacional de Trabalho (OIT). O governo argumentou que já possui um representante no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno.

Depois da inscrição do Colombiano, Barack Obama sugeriu o nome de Jim Yong-kim. Ele é americano e preside a universidade de Datmouth. A nigeriana já estava inscrita e assim fechou-se a chapa de disputa. Os analistas consideram que o nome de Jim apareceu de surpresa, pois em nenhum momento foi citado entre os possíveis candidatos dos Estados Unidos. Obama disse que é necessário alguém que, de fato, conheça o desenvolvimento para ocupar o cargo. Segundo o presidente americano, Jim estudou e trabalhou com o tema há duas décadas. Ao se referir ao candidato, Obama mencionou seus trabalhos sobre a luta contra a Aids e na Organização Mundial de Saúde.

O debate sobre o sucessor tem sido tema em diversos países. No Brasil, Fernando Pimentel, ministro da Indústria e Comércio, disse que o país teria interesse em colocar no cargo um presidente latino-americano, mas o governo ainda não decidiu seu apoio.
O processo de eleição é muito parecido ao do Fundo Monetário Internacional, pois os candidatos se apresentam aos Estados-Membros e quando há mais de três são escolhidos apenas essa quantidade antes da definição final. A eleição é por consenso ou por maioria dos votos.