Publicado em: quarta-feira, 05/08/2009

Clinton retorna da Coreia do Norte com jornalistas dos EUA

Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, conseguiu a liberação das duas jornalistas que estavam presas na Coreia do Norte, após um encontro com o líder do país. Ele, que havia saído de Pyongyang na terça-feira, retornou aos EUA nesta quarta-feira (05) na companhia das duas mulheres.

As jornalistas Laura Ling e Euna Lee que trabalham para a emissora Current TV, co-fundada pelo vice-presidente de Clinton, Al Gore, foram detidas depois de terem cruzado a fronteira da Coreia do Norte com a China.

Elas estavam presas desde março e foram sentenciadas em junho a 12 anos de trabalho forçado por ‘atos hostis’ e por terem entrado ilegalmente no país. A esposa de Clinton, a secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton, disse a imprensa em Nairóbi que estava feliz e aliviada com a libertação.

Imagens mostraram as duas mulheres vestindo camisetas verde e vermelha e carregando bagagens. Elas foram recebidas por Clinton ao entrar no avião, que fez uma saudação final às autoridades norte-coreanas presentes no aeroporto.