Publicado em: quinta-feira, 18/03/2010

Clínica de aborto é descoberta no Rio de Janeiro

A Polícia Civil descobriu na noite de terça-feira (16) uma clínica que realizava abortos em Gamboa, zona portuária do Rio de Janeiro. Dez pessoas foram presas na ação, inclusive o médico responsável pelos procedimentos médicos ilegais e o dono da clínica.

De acordo com as informações fornecidas pela polícia, no momento da ação policial estavam na clínica quatro mulheres que já haviam praticado o abordo e se recuperavam do procedimento.

A clínica não tinha alvará de funcionamento. Foi apurado que as clientes que procuravam a clínica clandestina pagariam de R$ 600 a R$ 2 mil pelo aborto. No local eram realizados cerca de 15 a 20 abortos diariamente.

O médico Carlos Eduardo de Souza Pinto e o dono da clínica Wagner Ferreira da Silva vão ter que responder junto com os funcionários pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção de menores.