Publicado em: sexta-feira, 24/08/2012

Cliente que encontrou barata em frios será indenizado pela Sadia e Carrefour

Cliente que encontrou barata em frios será indenizado pela Sadia e CarrefourA Sadia e o Carrefour terão que indenizar uma cliente em R$ 17 mil reais de acordo com uma decisão da Justiça do Rio de Janeiro. A indenização foi definida depois que a consumidora encontrou uma barata na embalagem de presuntos. As empresas ainda podem recorrer da decisão.

Jaci Fátima Gonçalves Vieira, que é a consumidora que foi beneficiada com a indenização, contou que foi até o mercado comprou frios que de fabricação da Sadia. Quando foi consumir o alimento, a sua filha reclamou do mau cheiro vindo da embalagem e ao fazer uma análise do motivo disso, ela encontrou uma barata junto com o presunto.

O Carrefour disse que a Sadia, que é a fabricante do alimento, seria a única culpada pelo ocorrido. A empresa responsável pela fabricação do frio, por sua vez, disse que a culpa era do supermercado.

Em sua decisão, Rogério de Oliveira Souza, que é desembargador da nona Câmara Cível, disse que o dano moral ao consumidor ficou comprovado porque tanto o fabricante do presunto, quanto o mercado que fez a sua venda, frustraram as expectativas que a consumidora e a sua família tinham.

O desembargador disse que não havia equívocos em legitimar a ação da cliente, já que foi ela quem comprou o alimento e presenciou a angústia da filha ao descobrir que tinha comida um presunto no qual tinha uma barata morta.

Por meio de uma nota divulgada para a imprensa, o Carrefour disse que garante a qualidade de todos os produtos que vende já que os itens passam por uma rigorosa fiscalização de segurança alimentar. Além disso, o mercado alegou que todas as suas unidades passam, toda semana, por um sistema de controle de pragas.

Já a Sadia, por meio da BRF-Brasil Foods, que é dona da marca, disse que não havia sido comunicada da decisão da justiça e disse que toda a sua linha de produção segue rígidos padrões de qualidade.