Publicado em: sábado, 25/08/2012

Claro recebe multa de R$ 2,3 milhões do Procon do Paraná

Claro recebe multa de R$ 2,3 milhões do Procon do ParanáA operadora de telefonia móvel Claro recebeu uma multa da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor do Paraná (Procon-PR) nesta sexta-feira, 24 de agosto. A multa, no valor de R$ 2,3 milhões foi dada porque a operadora descumpriu inúmeras normas do Código de Defesa do Consumidor. Entre as medidas que não foram cumpridas pela a operadora, está a cobrança de serviços que não forem solicitados pelos consumidores.

De acordo com o Procon do Paraná, a série de irregularidades que foram cometidas pela Claro também ocorreram por conta a inclusão de clientes no cadastro de inadimplentes, sendo que eles não tinham cobranças em haver, e também o não cumprimento das ofertas que eram anunciadas.
Além disso, os clientes da operadora também fizeram muitas reclamações referentes a queda nas ligações da Claro, que aconteceriam de forma frequente.

A multa foi divulgada nesta sexta-feira pela a assessoria de imprensa do Procon. A punição tem relação com o número de reclamações que foram feitas no Procon do Paraná contra a Claro. De acordo com as informações fornecidas pelo órgão, desde janeiro desde ano, 790 reclamações contra a Claro foram registradas em todo o estado. A operadora, no entanto, pode entrar com recurso administrativo para tentar se livrar da multa.

No final de maio, o Procon paranaense já tinha multado outra operadora de telefonia móvel, a Tim, por conta das inúmeras vezes que as ligações eram interrompidas. A Tim recorreu e a aplicação ou não da multa só deverá ser definida em breve pela Secretaria da Justiça do estado, órgão do qual o Procon faz parte.Se for necessário, a empresa pode recorrer também no Poder Judiciário.

As multas aplicadas pelo Procon são definidas de acordo com a legislação, mas geralmente são calculadas de acordo com a gravidade das irregularidades e a capacidade econômica da empresa.