Publicado em: quarta-feira, 20/06/2012

Claro lidera ranking de reclamações de telefonia celular do Procon em São Paulo

O número de reclamações sobre empresas de telefonia cresce continuamente. Só nestes primeiros cinco meses do ano, o Procon de São Paulo já recebeu 5.713 ligações com reclamação ou dúvida para resolver problemas com o celular. Entre as principais reclamações estão serviços não fornecidos, cobrança por serviços indevidos, queda de sinal e instabilidade do sinal da internet. Dentre as empresas de telefonia móvel, quem lidera o ranking de reclamações é a Claro. Desde janeiro já forma registradas 1.984 reclamações.

Na sequencia está a TIM, com 1.385 ligações recebidas e a Oi com 996. Em quarto e quinto lugares estão a Vivo e a Nextel, com 842 e 506 reclamações, nesta ordem. Conforme explicou o diretor do Procon, Arthur Góes, a maior limitação é a incapacidade do Sistema de Atendimento ao Consumidor (SAC) em resolver os problemas apresentados pelos clientes. Segundo ele, as empresas devem investir nesse setor para que os atendentes possam solucionar os problemas de maneira mais rápida e fácil.

Empresas dizem que trabalham para melhorar seus serviços

Após a divulgação desses dados, as empresas responderam dizem que desenvolvem atividades para melhorar os seus serviços. A Claro, que teve maior quantidade de reclamações ressaltou que trabalha de maneira continua para deixar seus serviços mais ágeis para o consumidor. A TIM também salientou que está desenvolvendo ações preventivas. A Vivo também apresentou o discurso de melhora continua dos serviços. em comunicado, disse que faz investimentos contínuos para aprimorar a qualidade dos serviços. A Nextel disse que está em processo de melhora e está contratando mais atendentes para aprimorar o serviço. A Oi, diferente das demais, disse que não comentará o resultado da pesquisa. Com esse tipo de trabalho de monitoramento feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) é possível exigir mais atenção das empresas aos clientes.