Publicado em: quinta-feira, 03/05/2012

Circulação de trens da CPTM é afetada por falha

A circulação de trens da Companhia de Trens Metropolitanos (CPTM) na capital paulista está mais lenta depois que a linha nove-esmeralda, que liga Osasco a Grajaú, voltou a apresentar falhas na circulação nesta quinta-feira (3) pela manhã.

De acordo com a empresa responsável pela administração dos trens, o problema aconteceu por causa de um problema na subestação de energia da CPTM, que está localizada na região de cidade Dutra, na zona sul da capital paulista. Técnicos funcionários da companhia foram mandados até o local para resolver o problema.

Por conta dessa falha, a assessoria de imprensa da companhia informou que os trens estavam circulando mais devagar e com um tempo maior de parada nas estações. Isso estaria causando a lotação nas plataformas.

Durante a noite de quarta-feira (2), um problema de energia semelhante ao que aconteceu hoje já havia sido registrado pela CPTM, interrompendo a circulação de trens entre os terminais de Jurubatuna e Grajaú, por volta das 23 horas. Segundo a CPTM, equipes passaram a madrugada tentando solucionar a falha, entretanto ela voltou a atrapalhar a circulação das composições na manhã de hoje. As causas do problema ainda são desconhecidas.

Vale lembrar que a linha nove-esmeralda têm apresentado repetidos problemas nos últimos meses. Em março, uma falha atingiu cerca de 30 mil pessoas que utilizam os trens da CPTM para se locomover por São Paulo. O problema, também de energia, fez com que os trens circulassem em apenas uma das vias entre os terminais de Santo Amaro e Granja Julieta.

Desde então, o governo anunciou que a linha nove-esmeralda passaria por obras de modernização e, por isso, os trens da linha ficariam sem circular aos domingos.