Publicado em: sexta-feira, 21/06/2013

Cinegrafista flagra slides de reunião do governo sobre protestos

Cinegrafista flagra slides de reunião do governo sobre protestosA presidência precisou cancelar programações, reorganizar agendas e se reunir para discutir a respeito das manifestações que pipocaram em todo o país desde a semana passada.

As manifestações começaram na cidade de São Paulo a respeito do reajuste na tarifa do transporte público e acabaram por catalisar uma onda de insatisfação e reclamação geral da população que infere duras críticas ao governo.

A cada dia novas cidades se engajam aos protestos e a cada dia eles trazem mais pessoas para as ruas.

Estas manifestações acontecem em pior época para os olhos do governo, afinal, com a Copa das Confederações os olhos do mundo e da FIFA estão mais atentos ainda ao Brasil e deixou a cúpula do governo vulnerável e em alerta.

Na noite de ontem, quinta-feira, dia 20 de junho, se reuniram membros do governo federal em debate sobre os motivos das reivindicações dos manifestantes que estão espalhados pelo país.

No Palácio do Planalto, em reunião integrantes da Presidência da República usaram apresentações em Power Point com informações de sua pauta, os protestos. Raimundo Batista, cinegrafista da TV Record Brasília, flagrou estes slides usados na apresentação das propostas aos participantes da reunião e capturou imagens com os dados.

A reunião com os membros da Presidência da República realizada no Palácio do Planalto aconteceu com as janelas abertas.

Entre as imagens capturadas pelo cinegrafista uma que se destacou foi a que continha o que chamaram de principais reivindicações e que foram divididas em diferentes áreas, por exemplo, colocaram dados em para os temas Copa do Mundo, corrupção, transporte público, saúde, educação etc.

De acordo com a informação que a assessoria de imprensa da Presidência da República a presidente Dilma Rousseff não participou desta reunião, segundo ainda a assessoria a presidente estava no Planalto apenas até a noite anterior a reunião, que foi a quinta-feira.

Mesmo momento em que manifestantes ocuparam toda a frente do Congresso Nacional e do Palácio do Itamaraty.