Publicado em: segunda-feira, 30/07/2012

Cineasta Chris Marker falece aos 91 anos

Cineasta Chris Marker morre aos 91 anosNeste domingo (29), o fotógrafo e cineasta francês, Chris Marker, faleceu ao completar 91 anos de idade. Ele dirigiu obras como “Sans Soleil” e “La Jetée”, tendo uma longa carreira com a produção de documentários. Terry Gilliam fez a direção de “Os 12 macacos”, em 1995, sendo que este foi inspirado na obra de Marker. Um dos primeiros a falar sobre o falecimento do cineasta foi o presidente do Festival de Cannes, Gilles Jacob.

Em sua conta no microblog Twitter, Jacob afirmou que Marker era um profissional incansável e curioso, além de possuir um imenso talento. Em sua declaração, o presidente do festival afirmou que “ficamos órfãos de Chris Marker”. O jornal francês “L’Express”, citou as várias áreas que o artistas percorreu, relembrando que ele era, além de fotógrafo e cineasta, também crítico, escritor, poeta e filósofo.

O artista

Bill Horrigan, responsável pela exposição sobre Marker no Museu da Imagem e do Som em 2009, afirmou que o cineasta não deixava que o fotografassem e procurava ficar longe da imprensa. Horrigan afirmou que ele protegia a privacidade de maneira extrema. Marker nasceu em 29 de julho de 1921, e recebeu o nome de Christian François Bouche Villeneuve. Ele começou sua carreira de filmagens com o documentário “Olympia 52”, que tratava sobre os Jogos de Inverno realizados em Oslo.

Markeu fez cerca de 50 documentários e estes, de acordo com a Cinemateca da Franca, foram influências para o cinema de todo o mundo e trouxeram importantes mudanças. A Cinemateca emitiu um comunicado afirmando que o cineasta possuía uma maneira única e desconhecida de “olhar o mundo”.