Publicado em: sexta-feira, 05/08/2011

Cientistas encontram marcas de corrente de água em Marte

Pesquisa suíça-americana realizada em parceria com a NASA mostra conclusão do estudo que encontrou evidências da possibilidade de ter existido água líquida em Marte. Os resultados foram publicados na revista Science e as imagens obtidas para analisar os resquícios da suposta água foram obtidas pela sonda Mars Reconnaissance Orbiter. Com as imagens é possível identificas as manchas escuras que se prolongam por alguns metros de altura, as quais seriam as marcas da água que passou por ali.

A sonda responsável pelo reconhecimento das imagens é usada especificamente para encontrar água no planeta. O local onde as manchas foram encontradas é onde os raios de Sol conseguem bater durante a estação do verão. Ao mesmo tempo, as manchas desaparecem quando chega o inverno em Marte. Quando as manchas passam por algum obstáculo, foram identificadas divisões e fusões entre elas. De acordo com os pesquisadores, as informações obtidas dão a entender que as manchas foram formadas por lama descongelada.

De acordo com o geólogo e autor principal do estudo, Alfred McEwen, da Universidade do Arizona, “a melhor explicação para isso até agora é um fluxo de água salgada, embora este estudo não prove isso. Este pode ser primeiro fluxo de água.” Além disso, o pesquisador explica que as imagens aparecem enquanto a temperatura está muito baixa para que a água fica líquida.

O fato de talvez terem encontrado água significa que existe um ambiente propício para a vida em Marte. Na Terra, foram identificados seres vivos em praticamente todos os níveis de umidade. Agora, os pesquisadores querem tentar identificar micróbios na superfície congelada de Marte.