Publicado em: terça-feira, 14/01/2014

Cientistas divulgam distâncias entre as galáxias com precisão inédita

Cientistas divulgam distâncias entre as galáxias com precisão inéditaO projeto Boss (Baryon Oscillation Spectroscopic Survey), usando o Telescópio da Fundação Sloan no Novo México, Estados Unidos, fez um cálculo que mede as distâncias de duas galáxias com uma certeza inédita de aproximadamente 98%. Esse levantamento, que abrange seis bilhões de anos-luz, foi qualificado como fundamental para fazer o mapeamento da origem da energia escura e do cosmos.

Os dados do resultado foram anunciados na cidade de Washington na Sociedade Americana de Astronomia. O físico David Schlegel, principal pesquisador, relata que em nossas vidas cotidianas não existem coisas que conhecemos assim, com tanta precisão. E argumenta também que hoje em dia ele sabe muito mais sobre o tamanho do Universo do que sobre sua casa. As estimativas que diferem em aproximadamente 50% só foram caindo com o passar dos anos. Alguns anos atrás a incerteza sobre isso foi reduzido a 5%. Depois de um ano baixou para 2% e agora a margem é de 1% sendo que esse vai ser o novo parâmetro para pesquisas daqui por diante.

O astrônomo inglês Ashley Ross, da Universidade de Portsmout diz que a natureza deu a eles uma linda régua que tem um comprimento de meio bilhão de anos luz, então eles podem usar isso para medir as distâncias de muito longe com uma precisão incrível.

Para Daniel Eisenstein, diretor do Sloan Digital Sky Survey III, essa determinação é um grande desafio da astronomia e uma vez que eles sabem o quão longe alguma coisa está, aprender todas as outras se torna, de repente, muito mais fácil.

O projeto traz uma excelente estimativa do espaço em curvatura. Segundo Schlegel, o espaço não tem muita curvatura, essa é a resposta. Os resultados tem uma hipótese de um Universo que é infinito. Sendo assim os resultados não são tão constantes com isso.