Publicado em: quinta-feira, 05/07/2012

Cidade usa Facebook para salvar sua última árvore

A cidade japonesa de Rikuzentakata foi arrasa pelo tsunami que atingiu o país em março do ano passado. Na tentativa de salvar o último pinheiro que restou depois da tragédia, a cidade contou com a ajuda da rede social Facebook. A árvore se tornou um marco para a reconstrução da localidade. O “pinheiro da esperança”, como é chamado, tenta ser salva através de uma campanha na rede social, que foi lançada nesta quinta-feira (5).

A cidade japonesa espera conseguir, com a campanha, doações para que se possa preservar a árvore, um pinheiro de 27,5 metros de altura. O tsunami deixou aproximadamente duas mil pessoas mortas no povoado, e também destruir 70 mil árvores que compunham o cenário da cidade. A única árvore que conseguiu ficar em pé foi o pinheiro que, segundo o vice-prefeito, Takashi Kubota, resistiu devido a seu tamanho.

Imagem vista em todo o mundo

A fotografia do pinheiro, que está no meio de uma paisagem arruinada pela tragédia, já foi vista em várias partes do mundo e se tornou um ícone de resistência e também do desejo da cidade de se reconstruir. No entanto, as raízes da árvore já morreram devido a salinização do solo. Com isso, a morte do pinheiro é quase certa, a menos que a arvora seja revestida com uma espécie de gelatina. Sendo este tratamento muito caro, a cidade busca, através de doações para a campanha no Facebook, dinheiro para salvar a árvore.

De acordo com o vice-prefeito, o processo para a reconstrução da cidade ainda está no início, e poderá levar, pelo menos, dez anos. Este ano, o orçamento da cidade será de 60 milhões de ienes (aproximadamente R$ 1,515 bilhão) para que o município possa se reconstruir. Rikuzentakata foi uma das localidades mais afetadas pelo tsunami.